Conheça o Pablo

Estudante de Turismo, 22 anos, adora surf e música, e este ano está em Erasmus em Coimbra, Portugal.

Testimonio Pablo 02

Na sua vida de erasmus de que é que sente falta?

Só da comida. A falta de tempo fez-me questionar a forma como me alimentava. Às vezes comia nas cantinas da Universidade, às vezes cozinhava na residência ou em casa de amigos…

Do que mais sentia saudades era da comida habitual de Espanha, dos guisados do meu pai, das batatas à riojana e dos queijos espanhóis. Por outro lado, aqui encontrei as pastelarias portuguesas e as “francesinhas”, uma sandes típica de Portugal com molho por cima.

Quais são as suas metas imediatas?

Terminar o curso e depois pensar em outros desafios como uma pós-graduação em atividades físico-desportivas ou um curso em animação turística, ou se calhar procurar um trabalho relacionado com os meus estudos.

Qual é o seu lema de vida?

Há uma frase de uma canção de Calamaro com a que me identifico muito: “ sempre segui a mesma direção, a difícil, a que usa o salmão”.

Testimonio Pablo 01

Conte-nos alguma experiência que o tenha marcado

Erasmus está a ser uma experiência inesquecível. Também gostei de um retiro que fiz há uns anos em Madrid e o contacto com o mar quando faço surf. Vir para Portugal permitiu-me conhecer a Nazaré, um lugar mítico para surfistas e onde já passei muito medo a tentar apanhar ondas.

Assuntos que mais o preocupam ou para os que está mais sensibilizado

O cuidado do ambiente e a destruição dos ecossistemas. Além disso, a sociedade também me preocupa devido ao excesso de consumismo e a falta de justiça social.

Como é que se alimenta?

Apesar da falta de tempo, tento comer de forma saudável e variada. Este ano, abri os meus horizontes a novos pratos e a novas gastronomias, principalmente à comida oriental.

Gosta de cozinhar?

Muito e agora mais, quando posso tento ir ao mercado e cozinhar, para mim e para os outros. Gosto de inovar em pratos que conheço. As minhas especialidades são os tacos, a massa e a omelete de batata à espanhola. 

Os favoritos de Pablo

O que é que faz para manter-se saudável e em forma?

Comer equilibrado, aunque me suelo dar bastantes caprichos.

Preocupa-se por ter uma alimentação saudável? o que é que faz para isso?

Sim, quando não cozinho, como na cantina, porque tem uma grande variedade de comida. Se estou com amigos, encomendamos take away e normalmente optamos por sushi ou comida chinesa.

onde é que compra e que tipo de produtos procura?

Em Coimbra vou sempre ao mercado municipal ou ao mercado do peixe, e os outros produtos compro no supermercado.  

Onde é que compra os produtos trevijano?

Na mochila que usei para vir para Coimbra, trouxe quatro produtos para o caso de não encontrar cá: pimentos asados (de piquillo), enchidos, risotto e cuscus da Trevijano. Depois vi que no supermercado também havia produtos Trevijano; apesar disso, quando voltei a Espanha enchi a mochila destes produtos de novo.

O que é que mais valoriza nos produtos trevijano?

A facilidade com que se cozinham, que são saudáveis e têm bom sabor.

Quais são os seus produtos preferidos da trevijano?

Risotto de cogumelos, cuscus do Oriente e cuscus de Marrocos.

Maybe you're interested

Testemunho

Conheça o Pablo

″Estudante de Turismo, 22 anos, adora surf e música, e este ...″

VER TESTEMUNHO
Testimonio Pablo 02
Testemunho
Conoce a Gonzalo

Conheça o Gonzalo

″Trabalho em desenho gráfico e adoro a natureza e a montanha...″

VER TESTEMUNHO